Tema do mês: A Torre Negra | 24 de Agosto nos cinemas

16 de junho de 2017

Crave a marca

Imagem relacionada

Resultado de imagem para crave a marcaTítulo: Crave a marca       
Título original: Carve the Mark
Autora: Veronica Roth
Gênero: Distopia
ISBN: 9788579803284
Páginas: 480
Ano: 2017
Tradutor: Lucas Peterson
Editora: Rocco (Jovens Leitores)

Sinopse: Num planeta em guerra, numa galáxia em que quase todos os seres estão conectados por uma energia misteriosa chamada “a corrente” e cada pessoa possui um dom que lhe confere poderes e limitações, Cyra Noavek e Akos Kereseth são dois jovens de origens distintas cujos destinos se cruzam de forma decisiva. Obrigados a lidar com o ódio entre suas nações, seus preconceitos e visões de mundo, eles podem ser a salvação ou a ruína não só um do outro, mas de toda uma galáxia. Primeiro de uma série de fantasia e ficção científica, Crave a marca é aguardado novo livro da autora da série Divergente, Veronica Roth, que terá lançamento simultâneo em mais de 30 países em 17 de janeiro, e surpreenderá não só os fãs da escritora, mas também de clássicos sci-fi como Star Wars.

RESENHA

“Corações frágeis fazem valer a pena viver neste universo”

Um universo totalmente diferente, criado pela autora da saga Divergente. É isso que nos deparamos ao começar a ler ‘Crave a marca’. Na história, cada pessoa possui um dom da corrente. Uma espécie de “poder” singular, que pode, ou não, definir quem cada um é. Além disso, algumas pessoas vêm a esse universo com uma determinada fortuna. Fortuna nada mais é do que uma espécie de “destino determinado”, ou seja, algo que, querendo ou não, algum dia irá acontecer.
Habitantes de um mesmo planeta, Thuve. Cyra Noavek é uma shotet, enquanto Akos Kereseth é thuvhesita. Povos que, apesar de viverem no mesmo planeta, são rivais.
Na história, Cyra possui um dom da corrente pra lá de ruim. Ela sente uma dor muito forte, que chega a escurecer suas veias. Além de sentir essa dor tão terrível, ela consegue, através do toque, passar essa dor para qualquer outra pessoa, causando até mesmo a morte de quem encosta nela. Coincidentemente (ou não), o dom da corrente de Akos faz com que qualquer outro dom da corrente seja amenizado ou anulado, ou seja, ele consegue amenizar a dor de Cyra.
Após ser sequestrado junto com seu irmão Eijeh, Akos se vê vivendo junto com os shotet. Agora ele tem que aprender a conviver com o povo que odeia a sua origem e com Cyra, até encontrar uma forma de resgatar seu irmão e fugir desse lugar.
O livro é contato em duas perspectivas: a de Cyra (que é narrada em primeira pessoa) e a de Akos (que é narrada em terceira pessoa). Isso deixa a leitura super envolvente e nem um pouco cansativa. Com o decorrer da história, é possível ficar ainda mais curioso não só pelo que vai acontecer em seguida, mas também por esse novo universo muito bem criado pela Veronica Roth.
Os detalhes que a autora coloca na leitura, faz com que você entre com tudo dentro desse novo universo e o melhor, esses detalhes são colocados de uma forma nem um pouco remota. Você vai lendo e, sem perceber, consegue desenhar em sua cabeça cada cena lida. Esse é mais um dos fatores que torna a leitura de ‘Crave a marca’ ainda mais única.
A sacada que a autora tem em colocar alguns costumes na história, inclusive o que dá origem ao nome do livro, é genial! É impossível não admirar o quão boa e original essa história consegue ser. Você vai lendo e se envolvendo cada vez mais e, quando chega no final, solta aquele fôlego que ficou preso e procura pela continuação. Infelizmente, teremos que esperar um pouco para tê-la.
A Editora Rocco fez um trabalho maravilhoso (o que não é novidade). Além de me apaixonar pela história, fiquei completamente encantada pelo livro. A capa dela é muito linda e dentro você consegue encontrar um mapa desse universo (que deixa a sua visualização sobre esse novo mundo ainda mais clara), além de um guia de pronúncias e descrição do que é cada nome de cidade e família. Ou seja, mesmo que você ache os nomes difíceis, com o livro, é possível estudar e aprender bem esse novo universo.

Com uma boa quantidade de ação, drama, originalidade e uma pitada de romance, ‘Crave a marca’ é aquela livro incrível que faltava em sua prateleira, seja você fã ou não de distopias. Esse é um daqueles livros que você PRECISA conhecer.

AVALIAÇÃO:
(NOTA MÁXIMA: 5 ESTRELAS)
LAYOUT CRIADO E DESENVOLVIDO POR KEVIN SILVA
© 2015 - 2017 Strapoiler - Todos os direitos reservados.