Tema do mês: A Torre Negra | 24 de Agosto nos cinemas

19 de agosto de 2016

Divergente



Resultado de imagemTítulo: Divergente
 Título original: Divergent
Autora: Veronica Roth
Gênero: Distopia
ISBN: 9788579801310
Páginas: 504
Ano: 2012
Tradutor: Lucas Peterson
Editora: Rocco (Jovens Leitores)

Sinopse: Numa Chicago futurista, a sociedade se divide em 5 facções: Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição e não pertencer a nenhuma facção é como ser invisível.
Beatrice cresceu na Abnegação, mas o teste de aptidão por que passam todos os jovens aos 16 anos, numa grande cerimônia de iniciação que determina a que grupo querem se unir para passar o resto de suas vidas, revela que ela é, na verdade, uma divergente, não respondendo às simulações conforme o previsto. A jovem deve então decidir entre ficar com sua família ou ser quem ela realmente é. E acaba fazendo uma escolha que surpreende a todos, inclusive a ela mesma, e que terá desdobramentos sobre sua vida, seu coração e até mesmo sobre a sociedade supostamente ideal em que vive.

RESENHA

“Os testes não precisam mudar nossas escolhas”

Em uma Chicago futurística, a sociedade é dividida em cinco facções de acordo com as suas características: Abnegação, Amizade, Audácia, Erudição e Franqueza. Aos 16 anos, os jovens dessa sociedade devem decidir a qual facção querem passar o resto da vida, e assim, escolher se querem ou não se separar de suas famílias.
Esse é o universo que encontramos ao começar a ler ‘Divergente’, o primeiro livro da trilogia que possui o mesmo nome.
Antes de tomarem uma decisão, os jovens que até então nasceram e cresceram na facção a qual seus pais pertencem, fazem um teste de aptidão. O teste serve para indicar aos jovens a qual facção eles caracteristicamente pertencem. Isso não significa necessariamente que o jovem deve escolher essa facção. Entretanto, em casos excepcionais, a pessoa submetida ao teste pode apresentar características de mais de uma facção, e assim, ser considerada uma divergente.
É justamente isso o que acontece com Beatrice, uma garota jovem pertencente (até então) a abnegação. Olhando desta forma podemos pensar que jovens divergentes são sortudos, visto que apresentam mais de uma característica, mas não é exatamente isso o que acontece. Na realidade, ser divergente diante dessa sociedade pode ser algo muito perigoso, pois esses jovens podem ser considerados uma ameaça.
Beatrice agora tem um segredo a ser mantido. Ela não pode contar a ninguém sobre ser divergente. Além disso, ela tem que encarar as consequências de sua escolha, ao abandonar a facção a qual cresceu.
‘Divergente’ retrata uma sociedade diferente, separada por características, algo que prende a nossa atenção. Impossível não ler essa história e não se questionar a qual facção você pertenceria. Cada facção possuí seus prós e contras e, ao longo da leitura, você poderá se questionar se seria ou não possível viver em uma sociedade dessa forma.
Ao decorrer da leitura, podemos acompanhar o crescimento pessoal da protagonista. Ela passa de Beatrice, uma garota simples, sem muitas histórias e expectativas a Tris (nome adotado por ela ao mudar de facção), uma garota corajosa e disposta e encarar seus medos, que se relaciona com outras pessoas e que se apaixona, pela primeira vez.
O livro possuí uma leitura que te prende, te deixa ansioso e querendo saber como as coisas terminarão. Talvez isso aconteça devido ao fato da história ser narrada em primeira pessoa. Ao longo das páginas, vemos esse universo contado diante da visão de Beatrice. 
'Divergente' retrata de uma forma muito criativa a questão do livre-arbítrio, como as pessoas vivem diante de uma sociedade controladora e repleta de questionamentos morais. Não há dúvidas de que todos os fãs de distopia devem conhecer essa história!
A Editora Rocco fez um ótimo trabalho com a edição. Erros não foram encontrados e, caso existam, passaram despercebidos. 


A saga ‘Divergente’ ganhou sua adaptação cinematográfica. O filme ‘Divergente’ estreou em 2014 e, apesar de querido por muitos, também recebeu algumas críticas negativas. Apesar disso, também vale a pena conferir o filme e tirar suas próprias conclusões.

AVALIAÇÃO:
(NOTA MÁXIMA: 5 ESTRELAS)
LAYOUT CRIADO E DESENVOLVIDO POR KEVIN SILVA
© 2015 - 2017 Strapoiler - Todos os direitos reservados.